Coruja não é Bruxa 2018

Coruja não é Bruxa: Não confunda Fantasia com Realidade. Campanha de Educação Ambiental das páginas Corujando e Diário – ANO III – Outubro 2018 



Mais uma vez aproveitamos a proximidade com o Halloween e o Dia dos Mortos para alertar a todos sobre a importância de se acabar com o preconceito contra as corujas. Infelizmente no Brasil e em vários países do mundo, até hoje as corujas são vistas por alguns como portadoras de mau agouro, bruxas, e até mesmo morte. A espécie Coruja de igreja (Tyto alba) é a espécie de coruja mais afetada pelas lendas e crendices populares, por conta do seu som que lembra um grito agudo. Corujas, gato preto, morcegos, nenhum destes animais causa a morte! Eles também merecem o nosso respeito e proteção! Vamos festejar o Halloween e o dia dos mortos com muitas corujinhas de decoração, simbolizando festa e alegria! Compartilhem, curtam, comentem! Vamos juntos acabar com este preconceito! 














E para aprenderem mais sobre as corujas, leia a reportagem sobre o ano da coruja de igreja: 


Download gratuito das revistas Corujando por aí 



#corujandoporai #diariodefalcoaria #educaçãoambiental #corujanãoébruxa #corujanaoebruxa #halloween #diadosmortos #lendas #corujaévida #suindara #barnowl #corujadeigreja #corujanãoébruxa2018 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como funciona a audição das corujas?

Saiba tudo sobre a Egagrópila

O criador das Corujas